social
Name
Contatos
Contact photo
Tel
(61) 3551 - 0908
E-mail
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
End
Quadra 06, Área Especial 2
Sobradinho - Distrito Federal
GoogleFacebookTwitter

Sociedades Internas

Administração

IPB Rádio

radio online

Portal IPB

Pessoas Online

Temos 47 visitantes e Nenhum membro online

 

Conselho

Art.75 - O Conselho da Igreja é o Concílio que exerce jurisdição sobre uma Igreja e é composto do pastor, ou pastores, e dos presbíteros.

Art.78 - O pastor é o presidente do Conselho que, em casos de urgência, poderá funcionar sem ser presidido por um ministro, quando não se tratar de admissão, transferência ou disciplina de membros; sempre, porém, ad-referendum do Conselho, na sua primeira reunião.

Art.80 - O pastor é sempre o representante legal da Igreja, para efeitos civis e, na sua falta, o seu substituto.

Art.81 - O Conselho reunir-se-á:

a) pelo menos de três em três meses;

b) quando convocado pelo pastor;

c) quando convocado pelo vice-presidente no caso do § 2o do Art.78;

d) a pedido da maioria dos presbíteros, ou de um presbítero quando a Igreja não tiver mais de dois; 

e) por ordem do Presbitério.

Art.83 - São funções privativas do Conselho:

a) exercer o governo espiritual e administrativo da Igreja sob sua jurisdição, velando atentamente pela fé e comportamento dos crentes, de modo que não negligenciem os seus privilégios e deveres; 

b) admitir, disciplinar, transferir e demitir membros;

c) impor penas e relevá-las;

d) encaminhar a escolha e eleição de presbíteros e diáconos, ordená-los e instalá-los, depois de verificar a regularidade do processo das eleições e a idoneidade dos escolhidos;

e) encaminhar a escolha e eleição de pastores;

f) receber o ministro designado pelo Presbitério para o cargo de pastor;

g) estabelecer e orientar a Junta Diaconal;

h) supervisionar, orientar e superintender a obra de educação religiosa, o trabalho das sociedades auxiliadoras femininas, das uniões de mocidade e outras organizações da Igreja, bem como a obra educativa em geral e quaisquer atividades espirituais;

i) exigir que os oficiais e funcionários sob sua direção cumpram fielmente suas obrigações;

j) organizar e manter em boa ordem os arquivos, registros e estatística da Igreja;

l) organizar e manter em dia o rol de membros comungantes e de não-comungantes;

m) apresentar anualmente à Igreja relatório das suas atividades, acompanhado das respectivas estatísticas;

n) resolver caso de dúvida sobre doutrina e prática, para orientação da consciência cristã;

o) suspender a execução de medidas votadas pelas sociedades domésticas da Igreja que possam prejudicar os interesses espirituais;

p) examinar os relatórios, os livros de atas e os das tesourarias das organizações domésticas, registrando neles as suas observações;

q) aprovar ou não os estatutos das sociedades domésticas da Igreja e dar posse as suas diretorias; 

r) estabelecer pontos de pregação e congregações;

s) velar pela regularidade dos serviços religiosos;

t) eleger representante ao Presbitério;

u) velar por que os pais não se descuidem de apresentar seus filhos ao batismo;

v) observar e pôr em execução as ordens legais dos concílios superiores;

x) designar, se convier, mulheres piedosas para cuidarem dos enfermos, dos presos, das viúvas e órfãos, dos pobres em geral, para alívio dos que sofrem. 

Fonte: Manual Presbiteriano. Igreja Presbiteriana do Brasil. São Paulo: Cultura Cristã, 1999.

 

Junta de diáconos 

Art.53 - O diácono é o oficial eleito pela Igreja e ordenado pelo Conselho, para, sob a supervisão deste, dedicar-se especialmente:

a) à arrecadação de ofertas para fins piedosos;

b) ao cuidado dos pobres, doentes e inválidos;

c) à manutenção da ordem e reverência nos lugares reservados ao serviço divino;

d) exercer a fiscalização para que haja boa ordem na Casa de Deus e suas dependências.

Art.58 - A junta diaconal dirigir-se-á por um regimento aprovado pelo Conselho. 

Fonte: Manual Presbiteriano. Igreja Presbiteriana do Brasil. São Paulo: Cultura Cristã, 1999.

 

1.  Sociedade Auxiliadora Feminina

·      A SAF — Sociedade Auxiliadora Feminina, é uma sociedade interna da PIPS e agrega mulheres interessadas em conhecer e servir ao Senhor em adoração, evangelização, discipulado, comunhão e serviço.

·      Missão da Sociedade Auxiliadora Feminina: glorificar a Deus agregando mulheres para o cumprimento fiel da missão e visão da PIPS.

·      Visão da Sociedade Auxiliadora Feminina: mulheres espiritualmente fortalecidas, amadurecidas e frutíferas, comprometidas com o Senhor nos termos da missão e visão da PIPS.

·      Atribuições da Sociedade Auxiliadora Feminina:

·      Realizar atividades de evangelização e integração de mulheres.

·      Desenvolver a compreensão e prática da feminilidade cristã.

·      Discipular as mulheres, auxiliando-as a integrar-se à PIPS.

·      Estimular cada mulher a conhecer e contribuir com o cumprimento da missão e visão da PIPS.

·      Administrar a cozinha da PIPS.

·      Fornecer suporte de decoração e alimentação nos diversos eventos da PIPS.

·      Integrar-se às atividades federativas da IPB, sem prejuízo para a agenda da PIPS.

 

2.    União Presbiteriana de Homens

·        A UPH — União Presbiteriana de Homens, é uma sociedade interna da PIPS e agrega homens interessados em conhecer e servir ao Senhor.

·        Missão da União Presbiteriana de Homens: glorificar a Deus agregando homens para o cumprimento da missão e visão da PIPS.

·        Visão da União Presbiteriana de Homens: homens que andam com Deus, amadurecidos na sã doutrina, alinhados aos padrões bíblicos de masculinidade cristã e frutíferos na prática da missão e visão da PIPS.

·        Atribuições da União Presbiteriana de Homens:

·        Realizar atividades de evangelização e integração de homens.

·        Desenvolver a compreensão e prática da masculinidade cristã.

·        Discipular homens, integrando-os à PIPS.

·        Motivar cada homem a conhecer e praticar a missão e visão da PIPS.

·        Desenvolver atividades evangelísticas nos lares dos sócios.

·        Integrar-se às atividades federativas da IPB, sem prejuízo para a agenda da PIPS.

 

3. União de Mocidade Presbiteriana

·        A UMP — União de Mocidade Presbiteriana, é uma sociedade interna da PIPS, que agrega pessoas de 18 a 35 anos, confirmando-as no conhecimento do evangelho e capacitando-as para conhecer e servir ao Senhor.

·        Missão da União de Mocidade Presbiteriana: glorificar a Deus agregando jovens para o cumprimento da missão e visão da PIPS.

·        Visão da União de Mocidade Presbiteriana: jovens que andam com Deus, amadurecidos na sã doutrina e frutíferos na prática da missão e visão da PIPS.

·        Atribuições da União de Mocidade Presbiteriana:

·    Realizar atividades de evangelização e integração de jovens.

·    Discipular os jovens a fim de integrá-los à PIPS.

·    Motivar cada jovem a conhecer e praticar a missão e visão da PIPS.

·    Implementar suporte e atividades diferenciadas e pertinentes aos jovens mais novos e jovens adultos.

·    Preparar os jovens adultos para a vida solteira significativa ou casamento.

·    Motivar os jovens casados a vincularem-se à SAF ou UPH.

·    Incentivar o cultivo sadio das atividades espirituais, evangelísticas, missionárias, culturais, artísticas, sociais e desportivas.

·    Cooperar com a igreja, como parte integrante dela, em todas as suas atividades.

·    Integrar-se às atividades federativas da IPB, sem prejuízo para a agenda da PIPS.

·    Realizar dois retiros anuais

 

4. União Presbiteriana de Adolescentes

·    A UPA — União Presbiteriana de Adolescentes é uma sociedade interna da PIPS, que agrega pessoas de 12 a 17 anos, confirmando-as no conhecimento do evangelho e capacitando-as para conhecer e servir ao Senhor.

·    Missão da União Presbiteriana de Adolescentes: glorificar a Deus agregando adolescentes para o cumprimento da missão e visão da PIPS.

·    Visão da União Presbiteriana de Adolescentes: adolescentes que andam com Deus, amadurecidos na sã doutrina e frutíferos na prática da missão e visão da PIPS.

·    Atribuições da União Presbiteriana de Adolescentes:

·    Realizar atividades de evangelização e integração de adolescentes.

·    Capacitar os adolescentes a confirmarem sua identidade e testemunho cristãos.

·    Fornecer suporte aos adolescentes para a correta e saudável convivência familiar.

·    Fornecer suporte aos adolescentes para o estabelecimento de hábitos de limpeza, organização, bem como planejamento e implementação de metas edificantes.

·    Fornecer suporte aos adolescentes para o êxito em suas responsabilidades eclesiásticas e escolares.

·    Capacitar os adolescentes a responderem biblicamente às questões comportamentais pertinentes à sua idade, tais como namoro, consumismo, integridade espiritual e pureza do corpo e da mente.

·    Discipular os adolescentes, integrando-os à PIPS.

·    Motivar cada adolescente a conhecer e praticar a missão e visão da PIPS.

·    Incentivar o cultivo sadio das atividades espirituais, evangelísticas, missionárias, culturais, artísticas, sociais e desportivas.

·    Cooperar com a igreja, como parte integrante dela, em todas as suas atividades.

·    Integrar-se às atividades federativas da IPB, sem prejuízo para a agenda da PIPS.

 

5. Departamento Infantil

·      O Ministério Infantil foi criado pelo Conselho da Igreja com a finalidade de integrar todo o trabalho infantil (Escola Dominical, UCP e Culto Infantil).

·      Objetivos gerais do DI:  unificar e integrar a equipe do Ministério Infantil, procurando uma maior união entre os componentes dos departamentos, visando o crescimento espiritual de nossas crianças através da Palavra de Deus.

·      Objetivos específicos do DI:capacitar toda a equipe que trabalha com crianças; estabelecer comunicação entre essas equipes; estimular a troca de ideias e experiências entre os departamentos; aproximar o Ministério Infantil das famílias da igreja.

·      Metodologia do DI:promover acampamentos; criar um grupo para visitar todas as famílias com crianças na igreja; pesquisar e sugerir materiais adequados pra culto doméstico; criar o “Boletim Kids” semanal para divulgar agenda, notícias, novidades, “dicas” de filmes e livros; realizar um passeio especial no encerramento de cada ano com toda equipe do Ministério, crianças e famílias.

Abaixo estão os trabalhos oferecidos pelo DI da PIPS:

A)   União de Crianças Presbiterianas

·    A UCP — União de Crianças Presbiterianas, é uma sociedade interna que agrega crianças de 06 a 11 anos, confirmando-as no conhecimento do evangelho e capacitando-as para conhecer e servir ao Senhor em adoração, evangelização, discipulado, comunhão e serviço.

·    Missão da União de Crianças Presbiterianas: Glorificar a Deus agregando crianças para a prática da missão da PIPS.

·    Visão da União de Crianças Presbiterianas: Crianças espiritualmente fortalecidas, comprometidas com o Senhor no cumprimento da missão e visão da PIPS.

·    Atribuições da União de Crianças Presbiterianas:

·    Realizar atividades de evangelização e integração de crianças.

·    Desenvolver a compreensão e prática da obediência aos pais.

·    Confirmar, em cada criança, a compreensão e desfrute pessoal do evangelho.

·    Estimular e auxiliar cada criança na leitura, estudo, meditação e audição da Palavra do Senhor.

·    Estimular e auxiliar cada criança no desenvolvimento de uma prática diária de oração.

·    Estimular e auxiliar cada criança no amor a Deus, à igreja e seus oficiais e irmãos na fé.

·    Integrar as crianças aos processos de liderança e modo de funcionamento da igreja.

·    Discipular as crianças, auxiliando-as a integrar-se à PIPS.

·    Formar o Coral Infantil em conjunto com o Ministério de Louvor  e a Escola de Música.

·    Estimular cada criança a conhecer o Catecismo menor de Westminster.

·    Incentivar o cultivo sadio das atividades espirituais, evangelísticas, missionárias, culturais, artísticas, sociais e desportivas.

·    Cooperar com a igreja, como parte integrante dela, em todas as suas atividades.

·    Integrar-se às atividades federativas da IPB, sem prejuízo para a agenda da PIPS.

 

B)   Departamento Infantil da Escola Dominical

·    O objetivo do Departamento Infantil da Escola Dominical  é apresentar  às crianças a mensagem da salvação, colaborar com seu crescimento espiritual e prepará-las para a obra do Senhor. Nossa  única regra de fé e prática é a Palavra do Senhor, a qual é ministrada através de um currículo que se preocupa tanto com o conhecimento das Sagradas Escrituras, quanto à sua relevância e aplicabilidade na vida das crianças.

·    Visando possibilitar um ensino mais eficaz, as crianças são divididas em classes de acordo com as diferentes faixas etárias, utilizando material didático e recursos visuais adequados para cada idade. Nosso programa consiste em: momento de comunhão e lanche, louvor e histórias missionárias, histórias Bíblicas e atividades.

 

C)   Culto Infantil

·    O culto infantil é ministrado aos domingos no mesmo horário do culto no templo (19h30), para crianças de 0 a 10 anos. Queremos ajudar cada criança a formar um caráter cristão, a descobrir sua identidade em Cristo, e incentivá-las a crescerem tanto espiritualmente como no conhecimento da Palavra de Deus, através das histórias bíblicas.

·    Nossos objetivos com o culto infantil são os seguintes: 1. Preparar a criança para ser inserida no culto juntamente com os adultos, e despertar nela o prazer e a alegria de participar com os pais dessa celebração de louvor a Deus; 2.Ensinar as crianças a aproximarem-se de Deus através das orações e dos cânticos, e a ouvirem a voz de Deus na pregação, respondendo com amor, gratidão e obediência; 3.Auxiliar as crianças a compreender e desfrutar de cada uma das partes litúrgicas; 4.Estimular as crianças a convidar outras crianças para o culto.

·    Por ocasião da Santa Ceia do Senhor, aos primeiros domingos de cada mês, não haverá Culto Infantil, para que as crianças participem juntamente com os pais deste momento de comunhão.

 

6.  Escola Dominical

·    A PIPS se esmera em oferecer aos seus membros e frequentadores uma sólida instrução bíblica reformada. Essa capacitação é fornecida, principalmente, na escola dominical (ED).

·    Missão da escola dominical:glorificar a Deus, capacitando os discípulos de Cristo a cumprirem com fidelidade a missão e visão da PIPS.

·    Visão da escola dominical:formar um corpo de discípulos maduros e reprodutivos.

·    Atribuições da escola dominical:

·      Oferecer ensino bíblico, teologicamente exato, espiritualmente poderoso e existencialmente relevante.

·      Fornecer suporte integral aos seus alunos e professores.

·      Contribuir com a formação integral dos discípulos, com base na verdade bíblica reformada, especificamente, na teologia do pacto.

·      Contribuir para a multiplicação de professores e outras lideranças da PIPS.

·      Estimular a integração dos alunos à vida da PIPS.

·      Estimular cada aluno a conhecer e praticar a missão e visão da PIPS.

 

7.  Ministério de louvor

·     O ministério de louvor coordena todas as iniciativas de cântico litúrgico congregacional e coral da PIPS. Ele agrega a equipe de louvor dos adultos, dos adolescentes e o coral.

·     Missão do ministério de louvor:glorificar a Deus na administração dos grupos responsáveis por conduzir o cântico congregacional e executar o canto coral, contribuindo para a prática dos parâmetros de culto da PIPS.

·     Visão do ministério de louvor:uma igreja que adora a Deus de acordo com a Escritura, a Confissão de fé de Westminster e  o Código de liturgia da Igreja Presbiteriana do Brasil.

·     Atribuições do ministério de música:

·      Fornecer suporte instrumental e de dirigência do canto de hinos e cânticos espirituais, em cada atividade de adoração da PIPS.

·      Capacitar os integrantes do ministério nas competências necessárias para a excelente execução musical e condução dos cânticos.

·      Capacitar os integrantes no conhecimento das bases teológicas da adoração e do uso da música na igreja.

·      Motivar e agregar voluntários para o aprimoramento em música sacra e a participação nas atividades do ministério.

·      Organizar e gerenciar a agenda litúrgica da igreja, supervisionando as diversas iniciativas musicais existentes.

·      Potencializar os recursos musicais da igreja para o cumprimento de sua missão e visão.

·      Conduzir a Escola de Música.

·      Colaborar com o Coral.

·      Consolidar o ministério de louvor dos adolescentes.

·      Formar o ministério de louvor infantil.

 

8.  Som e multimídia

·     O ministério de som e multimídia fornece suporte de sonorização, computação e apresentação de imagens e vídeos nos cultos e eventos da PIPS.

·     Missão do ministério de som e multimídia:glorificar a Deus no fornecimento de suporte de sonorização e apresentação de imagens e vídeos.

·     Visão do ministério de som e multimídia:uma igreja que se comunica com clareza, pertinência e excelência.

·     Atribuições do ministério de som e multimídia:

·      Fornecer suporte de som e multimídia para a dirigência dos cultos, adoração congregacional e direção de reuniões e outros eventos da PIPS.

·      Capacitar os integrantes do ministério nas competências necessárias para o excelente uso e manutenção dos equipamentos de som, computação e multimídia.

·      Motivar e agregar voluntários para o aprimoramento no uso de tecnologias de som e multimídia.

·      Zelar dos equipamento de som, computação e multimídia da igreja e supervisionar seu uso adequado.

9. Casais

·    Missão do Ministério de casais:glorificar a Deus capacitando os cristãos a cumprirem com fidelidade o mandado social, cooperando com a restauração de relacionamentos familiares fragmentados, fazendo discípulos através de eventos evangelísticos voltados para casais e integrando famílias frequentadoras ao corpo de crentes da PIPS.

·    Visão do Ministério de casais: ser uma igreja de famílias transformadas pelo evangelho, fortalecidas pelo desfrute dos meios de graça, eficazes no cumprimento do mandado social e orientadas para a prática da missão.

·    Atribuições do Ministério de casais:

·      Discipular todas as famílias da igreja com os ensinos básicos relacionados à teologia do pacto, especialmente, ao cumprimento do mandado social.

·      Manter contato periódico com os casais, detectando áreas de dificuldades e implementando ações preventivas e curativas, com o objetivo de manter a saúde das famílias da igreja.

·      Realizar atividades de evangelização e integração para casais.

·      Realizar cursos para capacitação dos cristãos no desempenho de masculinidade e feminilidade cristã, criação de filhos e outros assuntos pertinentes para o aperfeiçoamento dos relacionamentos familiares.

·      Estimular a participação das famílias nos cultos e escola dominical da PIPS.

·      Realizar um encontro de casais por ano.

 

10. Conselho de Evangelismo e Missões

·    O Conselho de Evangelismo e Missões – CEM,  colabora com o cumprimento da missão da PIPS, que é “adorar ao Deus soberano, capacitando seus membros a alcançar Sobradinho e o mundo para Cristo”

·    O CEM deve realizar e liderar a evangelização local e a evangelização transcultural — o suporte a obreiros e projetos voltados para a proclamação do evangelho, a tradução das Escrituras, a plantação de igrejas, o treinamento teológico, enfim a prática da missão integral em culturas não-alcançadas.

·    Missão do CEM:glorificar a Deus promovendo a obra de evangelização local e a obra missionária transcultural no Brasil e no mundo.

·    Visão do CEM:ser uma igreja que estimula, investe e fornece suporte integral aos obreiros e projetos de evangelização local e  transcultural no Brasil e no mundo.

·     Atribuições do CEM:

·    Manter contato periódico com os obreiros adotados, fornecendo informações à igreja sobre a situação de cada um deles.

·    Promover viagens (visitas a campos e projetos missionários e evangelístico nas regiões do Presbitério Vale do Paranã-PVAP).

·    Motivar a igreja — utilizando o Boletim, o site da PIPS e momentos pastorais, nos cultos — a orar e contribuir pelos obreiros e outras necessidades missionárias pertinentes.

·    Estimular o surgimento de novos obreiros para o serviço missionário transcultural.

·    Promover e liderar iniciativas evangelísticas na igreja.

·    Promover cursos para o treinamento em evangelização pessoal dos membros da igreja.

História da IPB

Institucional da IPB História da IPB 156 Anos da IPB A história do Presbiterato Panorama Bíblico e Histórico

Louvor e Adoração

Então caí - Projeto Sola Confiança - Projeto Sola Anjos de Adoração - Até você chegar Raízes na PIPS

Palavra Antiga

Vem Me Socorrer Esperar é Caminhar Rookmaaker Pensei

Boletim digital da PIPS.

Nome:
Email:

Mapa da PIPS